Olá, pessoal! Porto tem diversas atrações e, durante os dois meses em que morei nesta antiquíssima cidade, apaixonei-me pouco a pouco por cada uma delas. Quando pensando sobre que passeio mais indicaria para um visitante, o que se mais destacou foi o roteiro que vos trago neste post. OPO tem rio, mar e muito charme ao longo da margem dos dois. Para experimentar o estilo de vida lusitano na sua essência, nada como um jantar no Cais do Douro.

Vale a pena ressaltar que o sol se põe pra lá das 21 horas durante os verões europeus e que o norte português não é um dos mais quentinhos. A cidade é ventosa, como todo o território lusitano vem se mostrando ser. O nosso passeio mais corriqueiro se inicia, portanto, num período ainda morno.

No fim de tarde, íamos de metro até a estação Jardim do Morro, em Vila Nova de Gaia – cidade que se encontra na outra margem do rio. Lá há muito o que fazer por si só e confesso que ainda preciso explorar mais. Um dos atrativos turísticos que concentrou muitos foi o teleférico que desce aproximando-se do Douro. Este está seguramente na minha lista!

Ao chegar, caminhávamos até o mirante mais próximo da estação de metro, esta sendo na superfície junto com as pistas de carros. Tenha cuidado, pois apesar da ponta Luis I ser abertíssima aos pedestres, há sim circulação de veículos pela região.

O Miradouro que conquistou-me com certeza foi o do Mosteiro da Serra do Pilar. Acredite em mim: a subida da rampa é compensada pela vista única deste tesouro do OPO. Mais elevado que o restante da margem de Vila Nova de Gaia, é um ponto espetacular para assistir ao pôr do sol e acompanhar em seguida as luzes se entendendo tanta nas calçadas quantos nos prédios de ambos os lados.

Mesmo tal ponte Luis I, a Eiffel do Porto como cá chamam, ilumina-se complementando o momento já especial. Aproveitando o ar romântico parisiense, apresento-vos a surpresa do Mosteiro: turistas e locais deixam mensagens para os seus amados nos parapeitos.

Há também os cadeados que ficaram famosos na Pont des Arts, Paris. A coleção é pequena ainda, havendo espaço para você fazer o seu gesto especial! Muitos aproveitaram o romance do local para deixar seus pedaços de poesia, alguns sendo muito convenientes para a tranquilidade de um belo pôr do sol.

Vá preparado com a sua câmera de preferência para um show de muitas cores feito pelo Sol. E, depois, o padrão que estabelecemos foi atravessar a Luis I à pé. Caso queira ir de metro, tenha em mente o custo da passagem (por volta de 1,20 euros, se não me engano) e que precisará depois descer até o Cais da Ribeira, uma caminhada de aproximadamente 950 metros em sua maioria descida.

Para atravessar a ponte à pé, como sugeri inicialmente, optamos por descer até o andar inferior, pois já se saí na altura dos restaurantes, hotéis e outros comércios em geral. Quando feito no patamar de cima onde o metro passa, precisará depois descer na margem do Porto, percurso este que não fizemos.

Quando passeando por Portugal, nunca se esqueça que os restaurantes não precisam ser os mais chiques para que a comida seja boa e o atendimento também. Obviamente que nós não iríamos frequentar um local inapropriado seja em qualquer aspecto que for.

No Cais verão que há as mais diversas opções dentre as quais pode escolher e que muitas delas expõe seu menu na frente para que possa comparar os valores. Como direi em mais detalhes num post futuro, entretenimento não falta na região.

A informação mais crucial ficarei devendo para vocês: o nome do restaurante. Na altura do Cais da Estiva há os nossos favoritos. O prato que recomendo para se vivenciar a culinária do Porto é uma porção de pastéis de bacalhau (os bolinhos, no Brasil) e um caldo verde. Não há como recusar! O capricho deles é especial com tais pratos que inclusive bombam no período do São João, a maior festa da cidade. É claro que ainda há sempre o ainda mais querido prato de sardinha feita na brasa.

Pretendo trazer mais postagens para vocês mostrando o que me encantou não somente no Porto, mas eu vários outros cantos da terrinha, Portugal! Espero poder ver vocês nestes próximos chats lusitanos, logo deixem pedidos ou dúvidas caso haja alguma e eu responderei com prazer.

Por favor, deixem suas opiniões nos comentários abaixo e não se esqueçam de curtir a página no Facebook para updates diários. 😀

Xoxo,

Michelle Lebres.